autoclave-florianopolis-casa-de-madeira-b
In: Sustentabilidade0

Bem vindos a mais um artigo São Matheus, e no artigo de hoje, vamos falar sobre autoclave. Vocês já ouviram falar em autoclave? Não é aquela do salão de beleza que esteriliza alicates? Não.

Se tratando de Madeira, o tratamento em autoclave, ou, a autoclavagem é um moderno processo industrial de tratamento de madeira, que incorpora tecnologia desenvolvida nos campos da mecânica e da química.

Somente através de autoclavagem é possível impregnar profundamente a madeira com produtos inseticidas e fungicidas de ação comprovada, protegendo-a contra o apodrecimento, o cupim e outros agentes biológicos de deterioração.

Em função da utilização e funcionalidade que esperamos obter dos produtos em madeira, assim devemos escolher a proteção adequada, para evitar eventuais danos e prejuízos. Se pretendemos utilizar adeira no ambiente exterior, sujeitos à intempérie e em contato direto e permanente com o solo, temos de ter cuidados conferindo à madeira um tratamento especial, para aumentar a sua durabilidade.

No seu estado natural, a madeira está sujeita ao ataque dos agentes bióticos deterioradores da madeira, vulgarmente conhecidos por organismos ou agentes xilófagos (xilo/ do grego Ksúlon = madeira + fago do grego phagein = comer). Estes ataques são evitáveis, com o tratamento preventivo que permite aumentar, significativamente, o tempo de vida útil que pode chegar até 30 anos, dependendo da exposição e produtos aplicados na superfície.

Existem vários processos de tratamento preventivo, sendo que o mais utilizado é o duplo vácuo e pressão, vulgarmente designado por “processo de Bethell”. Trata-se de um processo tecnológico que incorpora mecânica e química. Este processo, realiza-se em autoclave e permite a impregnação total do borne com uma solução química com função inseticida e fungicida, altamente eficaz contra os agentes xilófagos, que danificam as estruturas moleculares da madeira.

autoclave-florianopolis-casa-de-madeira

Desta forma, a madeira fica protegida contra  agentes biológicos de deterioração (fungos e insetos).

Antes de ser submetida ao tratamento em autoclave, a madeira passa por um período de secagem natural de aproximadamente 3 meses, até apresentar um grau de humidade compatível.

O tratamento em autoclave e com metais pesados pode ser recomendado a casos de exposição intensa ao Sol, à chuva ou à maresia.  Por tanto, áreas externas terão maior proteção e durabilidade quando submetidas a este tipo de tratamento.

Na São Matheus, temos madeiras autoclavadas  de pinus e angelim, opções para todos os bolsos, estilos e necessidades, e fazemos questão de te manter informado sobre esses detalhes que vão garantir o sucesso da sua construção e a sua durabilidade.

Confie em quem entende e respeita o seu dinheiro, use madeiras de reflorestamento, preserve a natureza, e seja feliz

Um beijo para todas as mães nesse mês de Maio, e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *